SMJ #55 – Juristas e Ditaduras

SMJ #55 – Juristas e Ditaduras

Por vezes lê-se e ouve-se que em regimes autoritários não existe direito. Esta afirmação só é verdadeira se for tomado como pressuposto inicial que o direito é sempre fruto de processo democrático e de valores constitucionais liberais. Contudo, se olharmos para a História do Direito no Brasil, esse diagnóstico elencado chegaria a triste concepção de que só há direito no país a partir de 1988 ou, no melhor dos diagnósticos, desde 1946.

Se nos afastarmos dessa visão e compreendermos que ditaduras e regimes autoritários também possuem uma linguagem jurídica (por mais ilegítima que seja), estamos mais próximos de compreender como surgem regimes autoritários e como eles se mantêm por tanto tempo, apesar das resistências e protestos. Entender a tradição (se é que há uma) autoritária do pensamento jurídico brasileiro é encarar nossa memória e olhar profundamente nossos legados.

Com o intuito de compreender as relações entre autoritarismo e direito no Brasil, bem como explorar o legado de grandes autores brasileiros que flertaram ou se relacionaram com o autoritarismo, o Salvo Melhor Juízo dessa semana trouxe para sua bancada o veterano Fernando Nagib** e o estreante e especialista no tema, Professor Airton Seelaender*.

Ouça já!

=========
Indicado no programa:
Artigos:
Juristas e Ditaduras – Airton Seelaender
Francisco Campos (1891-1968): uma releitura – Airton Seelaender
Livros:
The Law under the Swastika – Michael Stolleis
Die unbegrenzte Auslegung – Bernd Rüthers (A interpretação ilimitada)
Los juristas y el “régimen”: revistas jurídicas bajo el franquismo – Federico Fernández-Crehuet e Sebastián Martin
Il diritto del duce – Luigi Lacchè
=========
Comentários, sugestões, críticas: contatosalvomelhorjuizo@gmail.com
Twitter: @SMJPodcast
Facebook: https://www.facebook.com/salvomelhorjuizo/
Instagram: @salvomelhorjuizo
Assine o Feed: feeds.feedburner.com/salvomelhorjuizo
Compartilhe, divulgue, ajude-nos nesse projeto!
Agora o SMJ faz parte da rede de podcasts AntiCast! Acesse: www.anticast.com.br

*Airton Seelaender é professor de História do Direito na Universidade de Brasília (UnB). Desenvolveu seu doutorado sobre história do direito público na Unviersidade de Frankfurt, vinculado ao Instituto Max-Planck para a História do Direito Europeu.
**Fernando Nagib é professor de Direito Romano na Universidade Federal do Paraná. Mestre e doutor em História do Direito Público pela Universidade Federal de Santa Catarina.