Feito por Elas #14 Ana Carolina

Olá, ouvintes! Nesse programa conversamos sobre a diretora e roteirista brasileira Ana Carolina, que começou a sua carreira com documentários e,  posteriormente, em suas obras ficcionais, trabalha os dramas utilizando em seus roteiros o insólito e o desconcertante como maneira de forçar o espectador a questionar o que está vendo. Analisamos dois de seus três filmes da trilogia que aborda os agentes de opressão das mulheres, como família, religião e amor romântico. São eles Mar de Rosas (1977), pelo qual ganhou os prêmios de melhor filme, melhor direção, melhor roteiro, melhor atriz e melhor ator no Prêmio da Associação dos críticos de Arte de São Paulo; e Sonho de Valsa (1987). Além deles, comentamos Gregório de Matos (2003).

O programa é apresentado por Isabel Wittmann do Estante da Sala,  Michelle Henriques, do Leia Mulheres e O EspanadorStephania Amaral do site homônimo e Instagram Discos da Ste e Rosana Íris.

Edição: Angélica Hellish

Feedback: [email protected]

Feed|Facebook|Twitter|Instagram|Letterboxd

Arte da capa: Amanda Menezes

Vinheta: Mey Linhares

Assine nosso Padrim

Assine nosso Patreon

Veja a arte de Marcos Noriega para o Feito por Elas nesse link.

Mencionados:

[FILME] O Espelho (Zerkalo, 1975), de Andrei Tarkovsky

[FILME] Nina (2004), de Heitor Dhalia

[FILME] Para Minha Irmã (À ma soeur!, 2001), de Catherine Breillat

[FILME] … E o Vento Levou (Gone with the Wind, 1939), de Victor Fleming

[ESCRITORA] Ana Cristina César

[ESCRITORA] Hilda Hilst

[ESCRITORA] Sylvia Plath

[ESCRITORA] Clarice Lispector

Recomendamos:
[FILME] podemulher, curta com direção, roteiro e montagem de Rosana Íris

[ARTIGO] “Sob” sentidos do político: história, gênero e poder no cinema de Ana Carolina (Mar de rosas, Das tripas coração e Sonho de valsa, 1977-1986), de Flávia Cópio Esteves

[ARTIGO] Fratura Cultura: Amélia de Ana Carolina, de Leonardo Francisco Soares

[ARTIGO] Mulheres e cinema brasileiro: Representações do feminino em Mar de Rosas, de Flávia Cópio Esteves