Feito por Elas #10 Samira Makhmalbaf

Nesse episódio conversamos sobre a diretora iraniana Samira Makhmalbaf. Com 17 anos começou a filmagem de A Maçã (1998), o primeiro de seus trabalhos que abordamos, e com ele tornou-se a cineasta mais jovem a ter um filme participando do Festival de Cannes. Com 20 anos, realiza o filme que vai lhe trazer o reconhecimento internacional, O Quadro Negro (Takhté siah, 2000), que concorreu a Palma de Ouro em Cannes. Geralmente pautada numa agenda feminista, Samira reflete, com seu cinema, a questão da situação da mulher e dos menos favorecidos, não apenas em seu país de origem, mas de forma universal, e é sobre essa questão que se debruça no filme Às Cinco da Tarde (Panj é asr, 2003).

O programa é apresentado por Angélica Hellish do Masmorra CastCamila Vieira do Sobrecinema e Verberenas e Samantha Brasil do Delirium NerdPartidA Feminista e Cineclube Delas.

Edição: Angélica Hellish e Felipe Ayres

Feedback: [email protected]

Feed|Facebook|Twitter|Instagram|Letterboxd

Arte da capa: Amanda Menezes

Vinheta: Mey Linhares

Assine nosso Padrim

Assine nosso Patreon

Agradecimentos especiais às madrinhas e padrinhos: Francine Emilia Costa, Tiago Paes de Lira, Érica Tamiris, Débora Veiga Ruiz e Rosenilda Azevedo.

Mencionados:

[FILME] Tempo de Cavalos Bêbados (Zamani barayé masti asbha, 2000), de Bahman Ghobadi

[FILME] A Pessoa É Para o Que Nasce (2003, de Roberto Berliner e Leonardo Domingues

[FILME] 11 de setembro (11’09”01, 2002)- compilação de curtas

[FILME] E Buda Desabou de Vergonha (Buda as sharm foru rikht, 2007), de Hana Makhmalbaf

[FILME] Girimunho (2011), de Clarissa Campolina e Helvécio Marins

[FILME] Os Irmãos Lobo (The Wolfpack, 2015), de Crystal Moselle

[FILME] Close-up (Nema-ye Nazdik, 1990), de Abbas Kiarostami