Feito por Elas #08 Moufida Tlatli

Nessa edição conversamos sobre Moufida Tlatli, diretora tunisiana que foi a primeira mulher árabe a dirigir um filme longa metragem no mundo árabe. Com formação em Paris, trabalhou por duas décadas como montadora, influenciando gerações de profissionais antes de realizar seu primeiro filme, Os Silêncios do Palácio (Samt el qusur), de 1994. Além dele, também debatemos a respeito de Tempo de Espera (La saison des hommes), de 2000. A diretora retrata mulheres que vivem sobre complexas regras, com suas vozes limitadas ao espaço cultural subordinado ao qual estão relegadas, ao mesmo tempo que que descortina o seu empoderamento e a forma como fazem o que é possível fazer dentro das relações travadas ao seu redor. Além do gênero, espacialização, geração, classe e questões pós-coloniais perpassam os filmes.

O programa é apresentado por Angélica Hellish do Masmorra CastIsabel Wittmann do Estante da Sala, Camila Vieira do Sobrecinema e Verberenas, Samantha Brasil do Delirium NerdPartidA Feminista e Cineclube Delas e Michelle Henriques, do Leia Mulheres e O Espanador.

Edição: Angélica Hellish

Feedback: [email protected]

Feed|Facebook|Twitter|Instagram|Letterboxd

Arte da capa: Amanda Menezes

Vinheta: Mey Linhares

Assine nosso Padrim

Assine nosso Patreon

Mencionados:

[FILME] Matriarcado (Mitriarhia, 2014) – Nikos Kornilios

[FILME] A Fonte das Mulheres (La source des femmes, 2011) – Radu Mihaileanu

[SERIADO] Downton Abbey (2010) – Julian Fellowes

[LIVRO] Em Busca do Tempo Perdido – Marcel Proust

[QUADRINHO] Bordados – Marjane Satrapi

[ARTIGO] O ato de testemunhar: violência, gênero e subjetividade – Veena Das

[REFERÊNCIA] Penélope (mitologia grega)

[ATRIZ] Amina Annabi 

Recomendações:

[RESENHA] Livro: Reze Pelas Mulheres Roubadas (de Jennifer Clement) por Michelle Henriques

[CRÍTICA] Os Silêncios do Palácio, por Isabel Wittmann