Feito por Elas #06 Jane Campion

Olá, ouvintes! No Feito por Elas dessa quinzena voltamos nosso olhar para a filmografia da diretora neozelandesa Jane Campion. Suas obras permitem que o espectador mergulhe na subjetividade das protagonistas, mulheres que ousam transgredir padrões da época e do local retratados. Campion trabalha com roteiros de próprio punho e é dona de uma estética apurada. Essa combinação resulta em filmes marcantes, como o sucesso O Piano (1993), pelo qual recebeu um Oscar de roteiro original e se tornou a primeira e única mulher a receber a Palma de Ouro de melhor filme em Cannes. Além deles também mencionamos  Um Anjo em Minha Mesa (1990) e O Brilho de uma Paixão (2009).

O programa é apresentado por Angélica Hellish do Masmorra CastIsabel Wittmann do blog Estante da Sala e Cinema em Cena, Stephania Amaral do Cinema em Cena e Instagram Discos da Ste, Camila Vieira do Sobrecinema e Verberenas e Samantha Brasil do Delirium NerdPartidA Feminista e Cineclube Delas.

Edição: Angélica Hellish

Feedback: [email protected]

Feed|Facebook|Twitter|Instagram|Letterboxd

Arte da capa: Amanda Menezes 

Vinheta: Mey Linhares

Assine nosso Padrim: www.padrim.com.br/feitoporelas

Assine nosso Patreon: www.patreon.com/feitoporelas

Mencionados:

Cinco Graças (Mustang, 2015)- Deniz Gamze Ergüven

Nó na Garganta (The Butcher Boy, 1997)- Neil Jordan

A Hora da Estrela (1985)- Suzana Amaral

Os Duelistas (The Duelists, 1977)- Ridley Scott

A Época da Inocência (The Age of Innocence, 1993)- Martin Scorsese

Análise do figurino de A Época da Inocência, por Isabel Wittmann

Anna Paquin recebendo seu Oscar por O Piano